Bomba de GasolinaOs biocombustíveis são fontes de energia renováveis, que podem ser obtidos através de biomassas feitas com compostos orgânicos de origem animal e vegetal. Os produtos mais utilizados na produção são a cana-de-açúcar, beterraba, o dendê, semente de girassol, milho, mamona, lenha, excrementos de animais, resíduos agrícolas, dentre outros.

Essas plantas, frutos e sementes geram um óleo que é usado em sua forma pura ou misturado aos combustíveis fósseis existentes. No Brasil, o etanol é misturado à gasolina e o diesel recebe a adição de biocombustíveis. Os mais utilizados são: metanol, biodiesel, etanol, biogás, óleo vegetal, bioéter, bioetanol e E85.

Essa fonte de energia tem sido bastante difundida no mundo, pois é vista como uma forma de redução nos danos causados pelo aquecimento global. Isso só é possível, porque os biocombustíveis ajudam a liberar o gás carbônico (CO2). O CO2 liberado pelos veículos é absorvido pelas plantas para que se produza mais biomassa, num processo chamado fotossíntese. Como há um equilíbrio entre o que é liberado e o que é consumido, os danos ao meio ambiente são menores.

Com os combustíveis não renováveis, esse processo não acontece por causa dos milhares de anos que esses resíduos ficaram acumulados na Terra. O petróleo, por exemplo, é o resultado do acúmulo de material orgânico. Quando ele é queimado, libera gás carbônico de milhares de anos; porém, não há nenhum mecanismo existente atualmente que possa capturá-lo e ele fica concentrado na atmosfera terrestre.

Essa energia renovável não pode substituir totalmente a gasolina principalmente devido ao fato de sua matéria-prima demandar a utilização de terras para produção agrícola. A verdade é que os biocombustíveis são vistos como mais uma alternativa de recurso energético mundial e não um substituto para os recursos fósseis. Posteriormente, surgiu a segunda geração de biocombustíveis que demanda a utilização de mais recursos tecnológicos para a produção.

Contexto Histórico

O crescimento no uso dos biocombustíveis se deve, principalmente, às questões ambientais e no aumento do preço do petróleo. Quando Henry Ford e Rudolf Diesel criaram carros e o combustível diesel, eles pensavam na utilização de fontes energéticas vegetais. Porém, naquela época, o uso do petróleo compensava mais financeiramente falando.

A partir da década de 70, os EUA passaram a limitar a quantidade de aditivos contidos em combustíveis para automóveis. Em 1973, ocorreram embargos para a distribuição do petróleo e os países passaram a buscar alternativas de combustíveis sustentáveis a fim de suprir essa necessidade.

No início da década de 80, ocorreu a Conferência Internacional sobre Óleos Vegetais nos Estados Unidos. Ao longo dos anos, a busca por alternativas energéticas menos poluentes tem sido considerada essencial, pois os problemas ambientais estão cada vez maiores e mais próximos da realidade mundial.

Petrobras

Petrobras logoA Petrobras foi fundada em 1953, pelo então presidente Getúlio Vargas, com o objetivo de tratar da produção petrolífera do Brasil. As primeiras refinarias surgiram nas cidades de Mataripe, na Bahia, e em Cubatão, em São Paulo. A empresa criou a Petrobras Biocombustível em julho de 2008, que visa administrar projetos para produzir etanol e biodiesel. Com o aumento da procura por fontes de energia renováveis, os estudos realizados pela empresa são importantes para atender taoda essa demanda.

A Petrobras conta com três usinas para a produção do biodiesel. Elas estão nas cidades de Quixadá (CE), Montes Claros (MG) e Candeias (BA). A empresa criou o processo denominado Hbio, em que os óleos vegetais são misturados ao óleo mineral durante a refinação. Esse processo resulta em um diesel com mais qualidade final.

Já a produção, comercialização, transporte e armazenamento do etanol vêm sendo feito pela Petrobras há 30 anos. Foi estabelecida uma percentagem do produto (biocombustível) que é adicionado a toda gasolina vendida no Brasil. A intenção é a criação de um duto para o escoamento da produção nacional.

Benefícios dos Biocombustíveis para o Meio Ambiente

Sustentabilidade

Em termos gerais, a sustentabilidade é a forma de viver de maneira sustentável, ou seja, é a capacidade dos indivíduos de viver em um determinado ambiente, mas sem causar danos ao meio. Utilizando de forma segura os recursos oferecidos pela natureza, a população pode chegar a um equilíbrio denominado sustentável. Para muitos, certas atividades (mineração, extração, fabricação de papel, etc.) não conseguiriam manter-se de forma sustentável, mas, em alguns casos, esses procedimentos continuaram sendo feitos com menos impacto ao Planeta Terra.

Uma das maiores participações nessas práticas tem sido feitas pelas empresas que viram nessa atitude uma forma de promoção e satisfação de seus clientes. É importante perceber que os recursos naturais são escassos e necessários para as condições vitais dos seres humanos. Já o consumidor está cada vez mais consciente do que é importante no planeta, apesar da lentidão com que isso ocorre.

Efeito Estufa

O Efeito Estufa é um fenômeno feito pela terra para manter o seu aquecimento. Além disso, é de total importância para que se tenha vida nesse planeta, pois se ele não ocorresse, a terra seria muito fria e impossibilitaria a continuação da vida. Quando o Sol libera seus raios, eles podem ser absorvidos para a transformação em calor ou refletidos e enviados para o espaço na forma de radiação infravermelha.

Com a poluição e o desmatamento aumentando cada vez mais nos últimos anos e o uso excessivo dos combustíveis não renováveis, os raios não retornam para o espaço e, consequentemente, causam o aquecimento do planeta. Os principais gases que causam esse efeito são o dióxido de carbono, o metano e o óxido nitroso.

Com pesquisas mais avançadas em relação aos biocombustíveis, a informação é que a substituição dos combustíveis fósseis pelo biocombustível ajudaria na redução de gases poluentes lançados na atmosfera, ajudando no cumprimento do Protocolo de Kyoto. Para os que discordam dessa posição, a afirmação é que o processo de produção, transporte e colheita de biocombustíveis causa mais poluição do que os combustíveis fósseis.

Vantagens dos Biocombustíveis

  • Ajuda a estabilizar a quantidade de gás carbônico presente na atmosfera. Esse fator auxilia na redução dos danos causados pelo aquecimento global;
  • O Brasil possui muito potencial para a produção das plantas usadas para fazer o biocombustível;
  • Oferta de empregos nas regiões rurais promovendo a inclusão social e a criação de postos de trabalho;
  • Menor quantidade de lixo produzido;
  • São produtos mais seguros para armazenagem, transporte e manuseio;
  • Redução no número de importações de petróleo; 
  • Menos lançamento de gases que aumentam o Efeito Estufa;
  • O biodiesel é biodegradável e emite menos monóxido de carbono;
  • A produção de matéria-prima pode ser controlada porque se há uma grande demanda, pode-se plantar mais e isso não ocorrer, o produtor pode plantar menos;
  • Aumento da vida útil do escapamento dos meios de transporte. 

Desvantagens dos Biocombustíveis

  • Para produzi-lo, é necessário uma grande quantidade de energia;
  • Diminuição da biodiversidade;
  • Redução das áreas florestais para plantar as matérias-primas para produzir esse tipo de combustível;
  • Utilização maior dos recursos hídricos mundiais;
  • Risco de contaminação do solo e do ar com o uso indiscriminado de fertilizantes nas plantações;
  • Uma das principais críticas ao uso excessivo desse combustível é o fato de direcionar certos produtos que seriam usados na alimentação para a fabricação de combustível. O medo das pessoas é uma possível redução na quantidade de alimentos no mundo e o desmatamento de florestas para plantações de soja e cana-de-açúcar. No processo produtivo, são utilizadas queimadas, derrubadas de árvores e uso de máquinas que agridem o meio ambiente;
  • Os consumidores são obrigados a dividir os alimentos que consomem com essa produção e o preço pode sofrer alterações de acordo com a demanda do setor. No Brasil, alguns produtores substituíram a produção de alimentos como a laranja, a cenoura e a batata para produzir biodiesel e etanol.